ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Duas cobras, entre elas uma Corn Snake e uma Píton, foram apreendidas pela Polícia Civil do Paraná (PCPR), na Vila Bancaria, em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba. O tutor das cobras, um homem 27 anos, não possuía autorização para mantê-los na residência. A ação aconteceu no final da manhã desta quarta-feira (4).
Os agentes da PCPR receberam uma denúncia anônima informando que animais silvestres seriam mantidos dentro de uma residência sem espaço adequado e sem autorização. Os policiais civis foram até o local, onde a denúncia se confirmou.
Segundo o delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, o tutor das cobras teria tentado enganar a equipe policial escondendo os animais. “O interessante é que essa pessoa demorou cerca de 30 minutos para receber a nossa equipe, porque ele foi esconder as cobras e tentou nos enganar. Quando chegamos, não encontramos a Píton e percebemos um barulho estranho no sofá. Era justamente a cobra se mexendo”, contou o delegado que disse ainda que o forro do sofá teria sido colado pelo homem.

A primeira cobra foi encontrada solta no chão do quarto da casa. O animal estava agressivo, atacando quem se aproximasse e demonstrando estresse. Neste caso, o tutor afirmou que era fiel depositário e possuía autorização, por isso a cobra não foi apreendida.

Na sequência, os policiais civis realizaram buscas na residência, onde encontraram mais uma cobra Píton Reticulada de aproximadamente 4 metros. O animal estava escondida dentro do forro do sofá. Outra cobra, uma Corn Snake de aproximadamente um metro estava dentro de uma caixa de plástico embaixo do mesmo sofá. Elas foram apreendidas e encaminhadas para o Centro de Apoio a Fauna Silvestre da Prefeitura de Curitiba.

Além disso, a residência não possui terrário, os animais silvestres estavam sem água, gelados, sem o aquecimento necessário, em ambiente úmido e em condições de maus tratos.

O tutor dos animais foi encaminhado para a delegacia especializada da PCPR, onde assinou um Termo Circunstanciado e responderá pelos crimes de maus tratos a animais e por manter animais silvestres em cativeiro sem autorização ambiental.
 

Fonte: www.bandab.com.br
Postado por Digital - Data: 05/03/2020

Arquivos Relacionados a Notícia